Ecos da escravidão: memória e imagens identitárias de indivíduos negros em Caxias – Maranhão (1980 – 2000)

#publicaciencia

Dissertação de Francinaldo de Jesus Morais

Resumo: Este texto apresenta um estudo sobre o que defino como circunstâncias contemporâneas de existir de indivíduos auto-definidos como negros. Para isso; recortei as décadas de 80 e 90 e a cidade de Caxias-MA como temporalidade e espacialidade; respectivamente; a partir das quais pude apreender e analisar as significações dos sujeitos escolhidos acerca das possibilidades culturais “imagens identitárias” e “tornar-se negro”. Os sujeitos que me permitiram perceber e dizer essas imagens e esse tornar-se pertencem na sua maioria às camadas médias urbanas intelectualizadas. Há aqui uma opção pela abordagem historiográfica fundamentada no que se convencionou chamar Historia Cultural; tendo em vista dispensar ao objeto de estudo um tratamento interdisciplinar com privilégios para a História; a Sociologia; a Psicologia e a Antropologia. Coerente com esse tratamento interdisciplinar; lancei mão de fontes diversas entre as quais; livros; jornais; revistas; filmes; músicas e depoimentos orais.

Hits: 151

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *