Absorção e acúmulo de manganês em soja rr sob efeito do glyphosate

#publicaciencia

Dissertação de: Gabriel José Massoni de Andrade

RESUMO: Frente a dúvida sobre a nutrição da soja com manganês influenciada pelo glyphosate e a inclusão do gene de resistência, objetivou-se estudar o acúmulo e distribuição do nutriente na planta de soja geneticamente modificada sob efeito da aplicação de glyphosate, assim como a cinética de absorção do Mn pela soja transgênica sob ação do mesmo herbicida. Foram conduzidos dois experimentos em casa de vegetação no Departamento de Produção Vegetal – Agricultura da Faculdade de Ciências Agronômicas, UNESP-Botucatu. Experimento 1: Em delineamento de blocos completos ao acaso e em esquema fatorial 5 x 3, com quatro repetições, a absorção e o acúmulo de Mn foram avaliados em duas cultivares de soja quase isogênicas (Conquista e Valiosa RR), cultivadas em solução nutritiva. Foram empregados os seguintes níveis de Mn à solução nutritiva: 0; 0,085; 0,125; 0,250; 0,500 mg L-1. Após 25 dias de cultivo as plantas de soja transgênica, destinadas ao estudo sob efeito do glyphosate, foram submetidas à aplicação do herbicida, formulado a base do sal de isopropilamina, via foliar, na dose de 720 g e.a. ha-1. Todas as plantas de soja, convencional e transgênica, com e sem a adição do herbicida, foram coletadas na mesma data (15 dias após a aplicação do herbicida). Realizaram-se divisões das plantas em raízes, hastes e folhas, para a determinação da massa de matéria seca (MMS) e os teores de Mn. Experimento 2: O estudo da cinética de absorção do Mn pela cultivar Valiosa RR foi organizado em delineamento de blocos completos ao acaso, com sete repetições. As plantas foram submetidas ao glyphosate aos 26 dias de cultivo, o qual foi aplicado via foliar, com a mesma formulação do experimento anterior, nas doses de 0 (zero), 15 e 960 g e.a. ha-1. Utilizando-se da técnica de exaustão do Mn na solução, após quatro dias da aplicação do herbicida foi realizado o estudo da cinética de absorção do Mn. Após o término do experimento de exaustão, as plantas foram coletadas e divididas em folhas, hastes e raízes para determinação da massa de matéria seca e os teores de Mn. Constatou-se que a transgenia para resistência ao glyphosate não afeta a nutrição mangânica na cultivar de soja Valiosa RR, bem como não interfere na produção de matéria seca da planta. Mesmo reduzindo a massa de matéria seca de raiz o glyphosate não interfere na absorção e no transporte de Mn na planta de soja geneticamente modificada. Além disso, as raízes afetadas são eficientes na absorção do Mn e suprem adequadamente as outras partes da planta. Na cinética de absorção do Mn os parâmetros cinéticos da cultivar Valiosa RR, Km, Vmáx. e Cmín, não são alterados pelo glyphosate aplicado via foliar.

Hits: 47

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *