A acidez potencial do solo não é determinada a pH 7,0

#publicaciencia

Dissertação de Marcelo Zózimo Da Silva

RESUMO:

A acidez potencial é caracterizada pela acidez trocável e; sobretudo; pela acidez não trocável; que corresponde àquela acidez neutralizada até um determinado valor de pH. O hidrogênio ligado de forma covalente aos colóides do solo é o principal componente desta acidez. A acidez potencial caracteriza o poder tampão de acidez do solo e sua estimativa acurada é fundamental para se estimar a capacidade de troca catiônica a pH 7;0 (CTC) e; por conseguinte; a saturação por bases (V). Estimativa confiável; tanto da CTC como de V; cresce de importância à medida que se emprega o critério de elevação da saturação por bases para o cálculo da necessidade de calagem. A acidez potencial pode ser determinada por meio da incubação do solo com CaCO3; pela extração com solução de acetato de cálcio 0;5 mol L-1 pH 7;0 e por meio do equilíbrio entre o solo e a solução tamponada SMP. Considerando que nestas determinações além do H hidrolisável contribui; ainda; para a acidez a hidrólise do Al3+; tais medidas são expressas por H+Al. A determinação por meio do método SMP foi adaptada à rotina de determinação do pH do solo em CaCl2. Ele fundamenta-se na correlação linear entre ln(H+Al) extraído pelo acetato de cálcio 0;5 mol L-1 pH 7;0 e o pH da suspensão de equilíbrio solo-solução SMP (pHSMP). Desta forma; estabelecem-se equações de regressão de abrangência regional para estimar o H+Al a partir do pHSMP; sendo que; atualmente; estão em uso no Brasil 15 equações. Esta diversidade de equações contribui para a incerteza na estimativa do H+Al; visto que os laboratórios estendem seus serviços além dos limites regionais de abrangência das equações. No entanto; há de se considerar que as características dos solos são mais relevantes do que o caráter regional. Além disso; o método em uso foi ajustado para a rotina de determinação do pH em CaCl2. Assim para a sua adoção por laboratórios que determinam o pH em H2O; há a necessidade de inclusão de mais uma rotina. Objetivou-se com este trabalho: a) ajustar o método SMP aos procedimentos dos laboratórios que adotam rotina para determinação do pH em H2O e b) identificar um modelo matemático e ajustar uma equação de regressão de aplicação geral para estimar a acidez potencial por meio do método SMP. Na pesquisa foram utilizados 99 solos; de diferentes regiões do Brasil; com ampla variação nos teores de H+Al; matéria orgânica; valores de P remanescente e teor de argila. Em um primeiro ensaio; trabalhando-se com seis solos; avaliou-se o ajuste do método SMP à rotina de determinação do pH em H2O testando-se alterações na concentração do CaCl2 na solução SMP. Em outro ensaio; com 13 solos; determinou-se a acidez a partir da incubação do solo com CaCO3 estabelecendo-se as curvas de incubação; definidas por equações de regressão linear. A partir destas; estimou-se a acidez potencial para pH 7;0; 6;5; 6;0; 5;9; 5;8; 5;7; e 5;5. Para os 99 solos determinou-se o H+Al em acetato de cálcio 0;5 mol L-1 pH 7;0 e o pHSMP de acordo com o procedimento ajustado no primeiro ensaio. Constatou-se que o procedimento SMP utilizado para a rotina de pH CaCl2 ajustou-se sem alterações à rotina de pH H2O. O H+Al determinado em acetato de cálcio 0;5 mol L-1 pH 7;0 diferiu estatisticamente da acidez estimada para o pH 7;0 pelas curvas de incubação. As determinações em acetato foram equivalentes à acidez estimada para o pH 5;7 pelas curvas de incubação. Adotou-se a acidez para pH 6;0 estimado pelas curvas de incubação como referência para correção das determinações em acetato de Ca pH 7;0 e para estabelecer o ajuste da equação de regressão com o pHSMP. Ajustaram-se as regressões para estimar um fator F de correção da determinação em acetato de cálcio; a partir dos teores de matéria orgânica e ou P remanescente. Ajustaram-se as regressões: ln (H+Al) = 8;93 – 1;255pHSMP; R2 = 0;842 e ln (H+Al) = 6;18 + 0;142MO – 0;859pHSMP R2 = 0;936; nas quais todos os coeficientes foram significativos (p < 0;05). A equação que inclui a matéria orgânica mostrou-se; potencialmente; adequada para um uso generalizado.

Hits: 109

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *