A ação integralista brasileira e Getúlio Vargas: antiliberalismo e anticomunismo no Brasil de 1930 a 1945

#publicaciencia

Dissertação de Edgar Bruno Franke Serratto

Os anos de 1930 a 1945 correspondem ao período em que Getulio Vargas esteve à frente do Estado brasileiro, além de também compreender o período de existência oficial da Ação Integralista Brasileira (1932-1937). Tanto o discurso integralista quanto o de Vargas, nos apresentam inúmeras temáticas em comum. Contemplando os recortes temáticos do antiliberalismo e do anticomunismo, buscamos compreender as semelhanças e oposições entre estes dois discursos. Analisamos assim, a forma e as circunstancias destas produções, a lógica interna, o intuito, o apelo, e por fim, como ambos os discursos criavam a imagem dos “inimigos” que deveriam ser combatidos. Ao mesmo tempo, buscamos compreender o discurso integralista e de Vargas como pertencentes a um mesmo meio político-cultural e ideológico, ou seja, à mesma “cultura política” pautada fundamentalmente pelo autoritarismo, buscando por meio desta, compreender as suas especificidades, suas proximidades e seus distanciamentos.

Hits: 116

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *